A CAMPANHA FORA GENOCIDA

[icon_timeline timeline_layout=”timeline-custom-width” custom_width=”400″][icon_timeline_item time_title=”Como surgiu?” el_class=”p { font-size: 20px; }” desc_font_size=”desktop:20px;” title_font_size=”desktop:30px;”]

A campanha FORA GENOCIDA começou no dia 17 março, após um pedido feito por Mariangela Cabelo no canal Todos pela Saúde (TPS). Nesse vídeo ela explica como a sindemia da Covid-19 irá continuar matando a população enquanto não houver o IMPEACHMENT de Bolsonaro. Diante a inércia dos políticos, da democracia representativa, em tomar alguma atitude em relação ao impeachment, Mariangela pede para que os participantes do canal TPS e do canal do Filósofo mandem para seu e-mail vídeos pedindo o impeachment do presidente Genocida.

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”O público participa de imediato da campanha” desc_font_size=”desktop:20px;” title_font_size=”desktop:30px;”]

20 de mar. de 2021

Primeiro compilado dos vídeos mandados ao canal:

 

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”A campanha toma outra proporção” desc_font_size=”desktop:20px;” title_font_size=”desktop:30px;”]23 de março de 2021

Mariangela Cabelo anuncia no canal Todos pela Saúde o site foragenocida.com e orienta o público como a carta deveria ser enviada. A carta era endereçada aos e-mails das lideranças do parlamento e à alguns senadores (Não era todos devido ao limite de destinatários por e-mail).

Para ler o teor da primeira carta, cujo um trecho se encontra abaixo, clique aqui.

“O Coronavírus pode ser natural, mas não na COVID. A COVID não é uma doença natural. Ela faz parte de uma ação biopolítica. É um mal que nasceu da vida da cidade e se espraiou pelo mundo por conta da cidade. A polis é seu campo, a política ou a biopolítica é seu meio de propagação.”

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”A PARTICIPAÇÃO NA CAMPANHA” title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]23 de março de 2021

As pessoas continuam participando com vídeos. O público enfatiza e mostra o desejo pelo o IMPEACHMENT. A campanha visa chamar a atenção dos políticos e da mídia, que nesse momento (março de 2021) estão discutindo as eleições de 2022 – apesar da distancia para posse de um novo presidente (janeiro de 2023).

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”O INCOMÔDO DA CAMPANHA” title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]24 de março de 2021

Em menos de 24 horas do início da campanha por e-mail, o Senador Pacheco bloqueou sua caixa de entrada à população que pedia o IMPEACHMENT do presidente.[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”O político que corta a comunicação com o povo” title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]

Um técnico em TI questiona à Assessoria Técnica da Ouvidoria do Senado Federal o que justificava o bloqueio, apesar de nossa carta não ser um spam. Então confirma-se pela própria equipe técnica do Senado que o bloqueio foi a pedido do senador:

“Os usuários da rede do Senado Federal têm a possibilidade de realizar bloqueios personalizados no âmbito de suas contas.” Ler mais: – Ouvidoria – Senado Federal

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”Vídeo da campanha” title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]30 de março de 2021

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”A campanha vai para o WhastApp” title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]04 de abril de 2021

A campanha migra para o WhatsApp. Alguns motivos da mudança:

1 – 6000 (seis mil) pessoas enviaram e-mails aos parlamentares usando o script do site foragenocida.com. Entretanto, alguns parlamentares estavam com a caixa cheia desde o inicio da campanha, a exemplo: Vicente Paulo da Silva (PT), Paulo José Guedes (PT), Marcelo Freixo (PSOL), Wolney Queiroz Maciel (PDT), entre outros.

2- Apesar do grande número de e-mails e dos variados destinatários, a única resposta padrão veio da equipe da deputada Sâmia Bomfim (PSOL):

Estamos juntos na luta para derrubar esse governo genocida! Impeachment já. Fora Bolsonaro”

3- Apesar dos parlamentares possuem assessores por “conta da casa”, ou seja, não precisam dispensar do próprio salário a contratação de assessores, o e-mail institucional parecia um mero enfeite. A comunicação com os deputados parecia uma missão impossível para a sociedade civil.

Devido a essas dificuldades tentou-se um caminho mais direito. Veja a carta enviada pelo WhatsApp clicando aqui

Todas as medidas para resolver o problema são, portanto, políticas ou biopolíticas. Se não tomadas, vamos viver o que vivemos com a meningite, um problema que, nos anos setenta, ceifou vidas exageradamente e que durou cinco anos! Podemos passar cinco ou mais anos no quadro dessa sindemia. E isso pode ser agravado assustadoramente se outras sindemias aparecerem. A única ação real que resolve o problema é tirar o maior entrave político que temos, e que fez com que tudo ocorresse do modo errado que ocorreu.

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item desc_font_size=”desktop:20px;”]08 de abril de 2021

Barroso determina instalação de CPI da Pandemia no Senado[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”Segunda carta pelo WhastApp” title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]09 de abril de 2021

As respostas dos deputados de oposição eram desanimadoras. Eles vinham com as mais diversas desculpas para não articularem o Impeachment. Desde o número cabalístico de 127 votos favoráveis a um possível processo de impeachment, até a importância de desgastar o Bolsonaro. Com a abertura da CPI uma nova carta é escrita:

“A CPI DA COVID É MAIS QUE necessária. Mas será que ela é o instrumento correto para segurarmos Bolsonaro? Não é o suficiente”…

…”Com as novas cepas atuando por conta da vacinação morosa poderemos entrar por um túnel de mortes mais assustador do que este em que estamos. A sindemia pode simplesmente NÃO ACABAR!” Ler mais

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item desc_font_size=”desktop:20px;”]13 de abril de 2021

Reunião com deputado Glauber[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”ECOS DA CAMPANHA” title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]14 de abril de 2021

Após quase um mês de campanha, a ideia da campanha fora genocida começa a ecoar. O Jornal Estadão posta uma matéria cuja o título é ” Oposição articula movimento para unir autores dos mais de 100 pedidos de impeachment”[/icon_timeline_item][icon_timeline_item title_font_size=”desktop:30px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]15 de abril de 2021

O candidato a república Ciro Gomes diz que é necessário chamar os autores dos processos do impeachment.[/icon_timeline_item][icon_timeline_item desc_font_size=”desktop:20px;”]16 de abril de 2021

Reunião com Fernanda Melchionna (PSOL), Glauber Braga (PSOL) e Sâmia Bonfim (PSOL)[/icon_timeline_item][icon_timeline_item desc_font_size=”desktop:20px;”]23 de abril de 2021

O I fórum com os autores dos pedidos de impeachment foi transmitido pelo canal do Filósofo Paulo Ghiraldelli. Um dos autores confirmou o descaso dos deputados de oposição em relação a campanha pelo impeachment:

“Nenhum deputado me contatou, nenhum senador me contatou. Com relação à imprensa, saiu alguma coisa na Folha de São Paulo“.

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”25 de abril de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]Movimento foragenocida.com redige seu próprio pedido de impeachment.

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”26 de abril de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]

Após rumores na impressa que Bolsonaro não poderia ser chamado de Genocida, o professor Paulo Ghiraldelli lembra a definição de genocida.

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”27 de abril de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]As manifestações do público:

[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”28 de abril de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]Reunião fechada dos autores de pedidos de impeachment[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”30 de abril de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]II Fórum dos autores de pedidos de impeachment[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”3 de maio de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]Nunes Marques intima Bolsonaro e Lira em MS sobre apreciação de impeachment

 

Bolsonaro e Lira são as partes agravadas em um recurso interposto no Supremo Tribunal Federal pelos advogados Thiago Santos Aguiar de Pádua e José Rossini Campos do Couto Correa. Segundo eles, Bolsonaro se omitiu no combate à Covid-19 e incentivou comportamento contrário às medidas de prevenção ao contágio da doença — o que fundamentou pedido de impeachment apresentado na Câmara. Como a peça não foi apreciada pela presidência da Casa, recorreram ao Supremo, via mandado de segurança.[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”4 de maio de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]Advogados recorrem de decisão que negou omissão de Nunes Marques

Os advogados Thiago Santos Aguiar de Pádua e José Rossini Campos do Couto Correa pediram a retratação da decisão do ministro Marco Aurélio, que na última semana negou seguimento ao mandado de segurança ajuizado por eles. A ação questionava a demora do ministro Nunes Marques em apreciar outro MS, referente ao pedido de análise de impeachment do presidente Jair Bolsonaro por crime de responsabilidade.[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”4 de maio de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]Thiago Pádua explica seu Mandado de Segurança junto de Mariangela Cabelo e Paulo Ghiraldelli[/icon_timeline_item][icon_timeline_item time_title=”7 de maio de 2021″ title_font_size=”desktop:20px;” desc_font_size=”desktop:20px;”]

III Fórum dos autores de pedidos de impeachment

O convidado da noite foi o vereador Fabão da cidade de Uberlândia, organizador do movimento Minas Pelo Impeachment. Foram discutidas ações da democracia participativa, como o site foragenocida e o Minas Pelo Impeachment.[/icon_timeline_item][/icon_timeline]

1 comentário em “A CAMPANHA FORA GENOCIDA”

Deixe uma resposta